Mar del Plata

Mar del Plata é uma das principais cidades de veraneio da Província de Buenos Aires. Sua beleza arquitetônica deriva da alta sociedade que ali buscava diversão e banho de mar. Vale muito a pena visitar a cidade e se apaixonar pelos seus encantos. A cidade foi o sétimo destino escolhido para ser desbravado na segunda etapa do Projeto Desbravando as Américas. Estive pessoalmente em todos os atrativos turísticos descritos abaixo.

Vale ressaltar que as fotos foram tiradas através de uma camêra fotográfica Cannon, emprestada, e por um celular Iphone 4S.

  • A cidade de Mar del Plata foi fundada no ano de 1874, por Patricio Peralta.
  • Mar del Plata está localizada no sudeste da Província de Buenos Aires.
  • As pessoas que nascem na cidade são conhecidas como marplatenses.
  • Os primeiros povos que habitaram a região da atual cidade de Mar del Plata, antes da chegada dos “homens brancos” foram os  tehuelches septentrionales e os mapuches. 
  • Durante o verão, a cidade possui um crescimento demográfico de 300% da sua população, sendo em grande maioria turistas argentinos de outras localidades. 
  • Mar del Plata é considerada a sétima cidade mais populosa da Argentina e a terceira da Provincia de Buenos Aires.
  • Mar del Plata é considerada a segunda cidade mais visitada por turistas no território argentino. 
  • No ano de 1978, a cidade foi uma das sedes da Copa do Mundo de Futebol que aconteceu na Argentina.
  • No ano de 1995, Mar del Plata foi sede dos Jogos Panamericanos. 
  • As principais atividades econômicas da cidade são: o turismo, a indústria pesqueira, a indústria têxtil e setor de construção imobiliária. 
  • A cidade possui uma excelente infraestrutura para receber turistas, com um forte setor hoteleiro e um aeroporto internacional. 
  • Couchsurfing 1 na casa do Ezequiel Ventura.  Foi uma experiência incrivel. Ele me levou para conhecer a sua cidade e me auxiliou em tudo que precisei durante a minha estadia em sua casa. 
  • Couchsurfing 2 :  City tour com a argentina Georgina que era completamente apaixonada pelo Brasil. 

Roteiro para 2 dias: O que fazer?

Dia 1:

Playa Bristol: Localizada em frente ao centro urbano da cidade, é consierada a praia favorita dos argentinos de classe média e baixa da província de Buenos Aires durante o verão. Sua faixa de areia possui aproximadamente 2 km de extensão e é dividida em setores nos quais os donos de barracas oferecem cadeiras e guarda-sóis, aos banhistas, a um preço relativamente alto. A praia recebeu seu nome em homenagem ao Hotel Bristol, inaugurado em 1888.  No ano de 1939, o local passou por reformas e recebeu uma nova rambla (calçadão) com uma praça central denominada Plaza Guillhermo Brown, que recebeu uma estátua do almirante homônimo, e duas esculturas gigantes, denominadas Monumento al Lobo Marino, que foram talhadas pelo artista argentino José Fioravanti, no ano de 1941. Atualmente, os lobos marinhos são o símbolo da cidade de Mar del Plata…

Catedral de Mar del Plata: Construída em estilo neogótico, pelo engenheiro Pedro Benoit, a Catedral foi inaugurada no ano de 1905. Sua torre central possui linhas geométricas e as duas torres laterais linhas simétricas. Os vitrais foram importados da França e doados por prestigiosas famílias da cidade. O piso da Catedral foi feito em mosaico inglês e o teto foi coberto com azulejos coloridos europeus. No altar superior, encontram-se relíquias religiosas, sendo a mais famosa delas um pedaço da Cruz de Jesus Cristo.  No ano de 1957, a Catedral foi declarada Patrimônio Histórico Nacional…

Plaza San Martín: Localizada próximo ao centro comercial da cidade de Mar del Plata, a praça recebeu seu nome em homenagem ao General San Martín, devido ao fato de abrigar um monumento do grande herói nacional. O local possui interessantes esculturas, sendo a mais importante delas, a Las Tres Mujeres de América, feita pelo escultor francês Camille Gaté, representando três famosas poetisas argentinas…

Fuente de Aguas Danzantes: Inaugurada no ano de 2000, localiza-se na parte central da Plaza del Milenio. A fonte possui 40 metros de diâmetro e tornou-se famosa pelas suas águas que “dançam” seguindo seis melodias criadas por Lito Vitale e tocadas pelo músico argentino Juan Carlos Baglietto. O espetáculo acontece todas as noites durante a alta temporada atraindo milhões de visitantes. Na baixa temporada, as apresentações ocorrem apenas durante os finais de semana…

Casino Central: Inaugurado em 1939, com o objetivo de atender as necessidades de diversão da grande classe aristocrática que visitava a cidade nesta época durante o verão. O edífico foi projetado pelo arquiteto argentino Alejandro Bustillo, em estilo arquitetônico eclético, com influência neoclássica francesa, com fachadas revestidas com arenito. Junto ao seu “irmão gêmeo”, o Gran Hotel Provincial, forma um conjunto monumental muito valorizado pelos moradores locais…

Aberto ao público de domingo a quinta-feira das 11h às 3h e sexta e sábado das 11h às 3h30min.

Entrada Gratuita 🙂

Torreón del Monje: Inaugurado em 1904, pelo empresário argentino Ernesto Tornquist, com o objetivo de tornar mais bela e mística a cidade de Mar del Plata, local ao qual ele passava as férias de verão em família. O edifico foi projetado em estilo arquitetônico medieval, pelo arquiteto alemão Carlos Nordmann, que se inspirou nas antigas fortalezas e castelos europeus. Ao longo dos anos, o local passou por inúmeras obras de ampliação até adquirir o seu atual formato. Atualmente, o Torreon del Monje é considerado Patrimônio Municipal e abriga uma confeitaria e funciona como sede do Clube de Empreendedores de Mar del Plata… 

Aberto ao público todos os dias das 8h às 19h.

Entrada Gratuita 🙂

Museo de Arte Juan Carlos Castagnino: Instalado dentro de um casarão, construído no ano de 1909, pela tradicional família Ortiz Basualdo, em estilo arquitetônico Art Noveau. O museu foi projetado pelo arquiteto belga Gustave Serruier-Bovy, aos moldes dos castelos franceses da região de Loire. No ano de 1980, o local passou a abrigar o museu em suas instalações mantendo todas as estruturas e móveis originais do início do século XX. Declarado Patrimônio Histórico Municipal, o museu tornou-se mundialmente conhecido por possuir uma das melhores coleções do estilo Art Nouveau, segundo especialistas internacionais…

Aberto ao público de quarta a segunda das 14h às 19h.

Valor do ingresso em junho de 2016: ARS 30,00.

Dia 2:

Playa Alfar: Localizada na região sul da cidade, a praia tornou-se famosa por possuir bosques que alcançam o mar e por servir de palco para shows e festas durante a temporada de verão. Sua faixa de areia é extensa e abriga grande variedade de aves marinhas e pequenos córregos de água doce que deságuam no mar…

Faro Punta Mogotes: Inaugurado em 1891, o farol recebeu o seu nome por estar localizado em uma região repleta de colinas achatadas que se dirigem em direção ao leito oceânico chamadas em espanhol de Mogotes. Sua estrutura é formada por chapas de ferro com espessura de 6 mm que foram importadas da França. Com uma altura de 35 metros, a luz do farol consegue alcançar 45 km de mar aberto. Durante o período da última ditadura militar argentina, o interior do farol funcionou como uma prisão clandestina para os presos políticos. No ano de 2015, o local foi declarado Monumento Histórico Nacional e atualmente oferece visitas guiadas ao museu chamado Espacio para La Memoria y La Promocíon de Los Derechos Humanos, localizado ao lado do farol…

Aberto ao público de quinta a domingo das 14h às 21h.

Entrada Gratuita 🙂

Playa Guillhermo: É considerada a praia mais restrita e de difícil acesso da cidade de Mar del Plata. O local é cercado por mansões de veraneio das famílias mais ricas da província de Buenos Aires que se deslocaram para a região sul da cidade em busca de maior tranquilidade após o grande “BOOM” populacional. Atualmente, a praia é de uso semi-exclusivo dos moradores que contratam seguranças particulares, durante a temporada de verão, para tentar impedir o acesso de turistas ao local, além de proibirem a instalação de barracas particulares na faixa de areia com o intuito de não prejudicar a privilegiada vista das mansões…

Iglesia Stella Maris: Inaugurada em 1912, com o intuito de atender as necessidades básicas religiosas das famílias que se estabeleciam na cidade durante o verão, a igreja foi projetada pelo arquiteto argentino Emilio Hurtre. A igreja foi construída em estilo arquitetônico neogótico simplificado, possuindo uma torre com relógio que aponta para o céu, um altar maior esculpido em mármore e uma Via Crúcis de bronze dourado. Em cima do pórtico de entrada principal foi instalada uma imagem da Santa Stella Maris, padroeira da Armada Argentina e dos pescadores da região. Devido à conservação da estrutura original, o edifício da igreja foi declarado Patrimônio Histórico Municipal…

Torre Tanque: Inaugurada em 1943, com o objetivo de levar água corrente potável a todos os moradores da cidade de Mar del Plata. A torre foi projetada em estilo arquitetônico Tudor, aos moldes de uma torre medieval, pelo arquiteto argentino Cornelio Lange. A Torre Tanque possui 88 metros de altura e capacidade para armazenar 13 milhões de litros de água potável extraída diretamente de poços cartesianos. Devido a sua importância para o desenvolvimento da cidade, o local foi declarado como Patrimônio Histórico Arquitetônico Nacional. Na parte superior da torre, encontra-se um mirante panorâmico que permite a seus visitantes observar toda a cidade por um ângulo de 360°…

Aberto ao público de segunda à sexta das 8h às 16h45min e sábado e domingo das 14h às 17h.

Entrada Gratuita 🙂

Museo de Arte Contemporaneo (Museo MAR): Inaugurado em 2013, com o intuito de divulgar as obras de artistas nacionais contemporâneos na cidade de Mar del Plata. A exposição de abertura chamou-se Francisco un argentino universal que contou a trajetória de vida de Jorge Bergoglio até tornar-se o importante líder religioso católico Papa Francisco. O edifício foi projetado pelo estúdio argentino Monoblock, que ganhou em primeiro lugar o Concurso Nacional de Anteproyectos, realizado pelo Ministério de Infraestrutura da Província de Buenos Aires. A principal atração do museu é a famosa escultura de um lobo marinho, com 11 metros de altura, feita com embalagens de 50 mil alfajores e inflada com ar comprimido, criada pela artista argentina Marta Minujin e localizada próximo à entrada principal do museu ao ar livre…

Aberto ao público de terça à sexta das 9h às 17h e sábado, domingo e feriados das 12h às 20h.

Entrada Gratuita 🙂

Fundacion Sí: Projeto Social no qual eu, com o Projeto Desbravando as Amèricas, tive o prazer de participar como voluntário honorário, por uma noite, levando agasalhos e alimentos aos moradores de rua da cidade de Mar del Plata. Considero a experiência mais gratificante da minha vida e das duas primeiras etapas do meu projeto de viagem rumo ao Alasca. 

Gastronomia:

Churros de Dulce de Leche: 

Sopa de Choclo: 

Milanesa de Pollo y Cerveza Amstel: 

Ficou curioso (a) para saber mais sobre o que aconteceu nesta incível aventura? Não perca tempo e adquira já um exemplar do Livro “Desbravando as Américas” com dicas  espetaculares e relatos pessoais do meu desbravamento rumo ao Alasca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *