Paranaguá & Ilha do Mel

Paranaguá é uma cidade encantadora e repleta de atrativos turísticos que te fazem embarcar em uma verdadeira viagem ao túnel do tempo. Seu ponto alto, em minha opinião, é certamente a Ilha do Mel que parece um pedaço do Caribe em solo brasileiro. Considero um lugar imperdível para se conhecer. A cidade foi o terceiro destino escolhido para ser desbravado na primeira etapa do Projeto Desbravando as Américas.Estive pessoalmente em todos os atrativos turísticos descritos abaixo. 

Vale ressaltar que todas as fotos tiradas foram através de um celular e, por isso, a qualidade não foi das melhores.

  • A cidade de Paranaguá foi fundada em 1648, tornando-se a primeira cidade do estado do Paraná. Seus habitantes locais são denominados parnanguaras. Sua principal atividade econômica é derivada do porto que escoa mercadorias para as demais regiões do país e para o exterior.
  • A Ilha do Mel é uma ilha brasileira localizada na embocadura da Baía de Paranaguá. Conta com 2.700 hectares, dos quais apenas 200 hectares estão abertos a visitação. Na Ilha não é permitido o uso de tração animal ou a motor para a locomoção. Em 1995, o local foi declarado patrimônio histórico nacional. 
  • Ônibus da empresa Viação Catarinense (Santos x Curitiba)
  • Tempo de viagem: 6h 45min
  • Valor em junho de 2015: R$ 72,62.
  • Ônibus da empresa Viação Graciosa (Morretes x Paranaguá)
  • Tempo de viagem: 50 minutos.
  • Valor em junho de 2015: R$ 5,00.
  • Me hospedei no Hostel Continente.
  • Minha opinião: excelente localização, próximo ao terminal rodoviário e staff disposto a ajudar e auxiliar no que for necessário.
  • Contato: Carmen
  • Valor: aproximadamente R$ 40,00 em quarto compartilhado.

Roteiro para 2 dias - O que fazer?

Dia 1

Trem Turístico da Serra do Mar: passeio de trem pela Serra do Mar, saindo da cidade de Curitiba e chegando à cidade de Morretes. As paisagens, adentrando a Mata Atlântica, são de tirar o folêgo. Saídas diárias às 8h e 30min.

Valor do ticket: R$ 99.00.

Museu de Arqueologia e Etnologia da UFPR: Construído em meados do século XVIII, como Colégio dos Jesuítas, possui em seu acervo pecas da rica cultura indígena que habitava a região. Aberto ao público das 9h às 18h.

Entrada Gratuita.

Igreja Nossa Senhora do Rosário: construída em meados do século XVI, como a primeira capela construída pelos colonizadores portugueses no litoral do atual estado do Paraná.

Casa de Cultura Monsenhor Celso: construída em meados do século XVIII para servir de residência de dois importantes músicos da região. Devido ao seu grande valor histórico, o local foi tombado como patrimônio histórico municipal e atualmente abriga um museu de artes. Aberto ao público das 9h às 18h.

Entrada gratuita.

Palácio Mathias Böhn: Construído no final do século XIX, para servir de residência para um rico comerciante alemão. Atualmente o local é a sede da Estação Náutica e do posto de informações turísticas da cidade.

Coreto da Praça Fernando Amaro: construído em 1914, para servir de local de recitais de poesias e apresentações de artistas locais.

Aquário Municipal de Paranaguá: inaugurado em 2014 com o objetivo de trabalhar a importância da educação ambiental com os moradores locais. O aquário possui três andares e mais de 26 recintos com animais marinhos de diversas espécies. Aberto ao público das 9h às 18h. 

Valor da entrada: R$ 20,00 (inteira).

DICA: Vá até o terraço do aquário para ter uma vista panorâmica da cidade. 

Mercado Municipal do Café: construído no início do século XIX, quando o café era o principal produto econômico do país. Atualmente o local abriga um pequeno polo gastronômico que oferece comidas típicas da região.

Rua da praia: local onde a boemia da cidade se encontra para assistir ao pôr-do-sol enquanto degusta uma cerveja bem gelada.

Dia 2

Passeio de Barco pela Baía de Paranaguá rumo a Ilha do Mel: Duração aproximada de 2h.

Valor: aproximadamente R$ 40,00  ida e volta. O ingresso  é comprado na Estação Náutica.

Igreja Nossa Senhora dos Navegantes: construída em meados do século XIX pelos próprios moradores da Ilha da Mel.

Praia de Fora: possui faixa de areia branca e águas cristalinas.

Farol das Conchas: construído no final do século XIX para auxiliar a navegação noturna na região. O farol está localizado no alto de um morro e permite uma vista panorâmica de parte da ilha.

Praia do Farol: o acesso ao local é feito por uma pequena trilha localizada próxima a subida do Farol. Possui faixa de areia branca e águas cristalinas.

Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres: construída em meados do século XVIII com o intuito de proteger a Baía de Paranaguá de invasores e piratas. Atualmente o local abriga um museu com peças da época da colonização. Aberto ao público das 7h às 19h.

Entrada Gratuita.

Gruta das Encantadas: cavidade rochosa, na qual, segunda lendas locais, habitavam belas mulheres que ao anoitecer dançavam nuas fazendo com que marinheiros e pescadores perdessem o rumo das suas embarcações e se chocassem nas encostas rochosas da ilha.

O casamento: enquanto eu aguardava o horário do barco para retornar a cidade de Paranaguá, tive a sorte de presenciar este casal apaixonado fazendo o seu book de casamento em um lugar paradisíaco e apaixonante que é a Ilha do Mel. Espero de coração que o casal seja muito feliz em seu matrimônio.

Passeio de barco pela Baía de Paranaguá rumo ao continente: no trajeto de retorno tivemos a presença de uma viajante inusitada em nossa embarcação, uma cadela que chamada Mel. Segundo o dono da embarcação, todos os dias ela embarcava no primeiro barco em direção a Ilha do Mel e retornava para a cidade no último barco a deixar a Ilha. Cadelinha de sorte a Mel, né?

Quer saber mais sobre o que aconteceu nesta incrível aventura? Não perca tempo e adquira já o livro “Desbravando as Américas Etapa 1 – As Aventuras de um Mochileiro do Rio de Janeiro à Montevideo”. 

One thought on “Paranaguá & Ilha do Mel

  1. Esse passeio pela serra da graciosa é fantástico. Ilha do Mel sempre esteve no meu roteiro mas ainda não deu certo. Esse desbravamento das Américas está perfeito.!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *