Concordia

Concordia, apesar de ser uma cidade pequena, possui uma grande relevância histórica e cultural. Seus principais atrativos turísticos se concentram na zona central e, se você for um viajante curioso como eu, pode acabar se perdendo entre as suas belezas naturais. A cidade foi o terceiro destino escolhido para ser desbravado na segunda etapa do Projeto Desbravando as Américas. Estive pessoalmente em todos os atrativos turísticos descritos abaixo.

Vale ressaltar que as fotos foram tiradas através de uma camêra fotográfica Cannon, emprestada, e por um celular Iphone 4S.

  • A cidade de Concordia foi fundada no ano de 1831. 
  • Inicialmente, a cidade foi batizada com o nome de San Antonio de Padua de la Concordia.
  • Concordia esta localizada na Provincia de Entre Rios, no norte da Argentina. 
  • Concordia é considera a segunda cidade mais populosa da Provincia de Entre Rios. 
  • Sua principal atividade econômica está baseada na produção agrícola, em especial o plantio de laranjas e tangerinas. 
  • Desde o ano de 1963, a cidade passou a ser conhecida como a “Capital Nacional del Citrus”.
  • Na costa norte da cidade, encontra-se a Represa Salto Grande, contruída em comunhão com o país vizinho, o Uruguai. 
  • A cidade conta com um complexo termal, com piscinas naturais com águas que chegam a atingir até 43°C. 
  • Ônibus da empresa Flecha Bus
  • Valor em junho de 2016: UYU 136,00
  • Tempo de Viagem: 1 hora 
  • Couchsurfing com Julián Chacón que me recebeu em seu complexo hoteleiro, Cabañas AeroClub Concordia, sem custo algum. Julián é uma pessoa divertida e atenciosa  que me ajudou na organização dos atrativos turísticos a serem visitados na sua cidade. 

Roteiro para 1 dia: O que fazer?

Museo Regional Palacio Arruabarrena: Construído em 1919, em estilo eclético, com influência francesa, o Palacio Arruabarrena serviu como residência para a família do pecuarista Don Juan Bautista Arruabarrena. Após o seu falecimento, o edifício foi vendido para o governo que o transformou em sede do Comando da Segunda Brigada da Cavalaria, até a sua transferência para a cidade de Paraná, capital da província de Entre Rios. Em 1984, o antigo casarão tornou-se sede do Museo Historico Regional possuindo um acervo com mais de 5 mil itens pertencentes as famílias tradicionais da região…

Aberto ao público de segunda a sexta das 7h às 13h, sábado das 9h às 18h e domingo das 18h às 20h.

Entrada Gratuita 🙂

Plaza Urquiza: Localizada em frente ao Palácio Arruabarrena, possui quatro passarelas cobertas de plantas, similares às encontradas no jardim botânico do Rio de Janeiro, um antigo relógio feito de pedra e uma fonte, na área central, chamada La Fuente de Los Sapos. No canto esquerdo da praça, encontra-se o Monumento al Nunca Mas, erguido em homenagem aos concordienses presos e desaparecidos na última ditadura civil-militar entre os anos de 1976 e 1983…

Catedral San Antonio de Padua de La Concordia: Inaugurada em 1899, a catedral possui estilo arquitetônico eclético com forte influência europeia. Em sua fachada, destacam-se duas torres neogóticas, que cercam lateralmente uma imagem da Virgem de Fátima, e um antigo relógio trazido da Espanha. Em seu interior, encontra-se um altar de madeira pintado com ouro e cobre que foi doado pela Dona Flora Urquiza de Soler, filha do grande General Urquiza…

Plaza 25 de Mayo: Construída em 1833, a pedido do Coronel Antonio Navarro, responsável pelo urbanismo da cidade. No centro da praça,  encontra-se uma estátua, feita em bronze, em homenagem ao General San Martín. Já em seu lado esquerdo, encontra-se a famosa “Fuente del Niño Pescador del Rio Parana”, construída em 1947 pelo artista plástico Lucio Fontana. Em seu lado direito, encontram-se o “Monumento a La Madre” e um Coreto, ambos construídos em 1957…

Costanera de Concordia: Localizada à margem direita do Rio Uruguay, é o local ideal para a prática de exercícios aeróbicos ou um passeio em família. A Costanera foi construída com o objetivo de conter a erosão gerada pelo desnível de água provocada pela instalação da Represa Salto Grande, em 1973…

Parque Mitre: Considerado um dos “pulmões verdes” da cidade, é o local ideal para atividades ao ar livre. No ano de 2006, o parque passou por uma grande revitalização ganhando um anfiteatro ao estilo greco-romano, uma nova quadra poliesportiva e um parque de recreação infantil…

Puerto de Concordia: Inaugurado em 1943, como centro de distribuição de mercadorias e transporte fluvial de pessoas para o Paraguai e a região argentina de Corrientes, atualmente as atividades comerciais foram interrompidas, permanecendo apenas o transporte de passageiros através de lanchas até a cidade de Salto, no Uruguai…

Museo de Antropologia y Ciencias Naturales: Inaugurado em 1997, ocupou o antigo prédio da Estación Central de Ferrocarril, até o ano de 2007, quando foi transferido para a sua cede atual. Declarado Patrimônio da cidade e da Província de Entre Rios, o museu conta com 4 salas de exposições permanentes que contam a história da região, são elas: Sala de Artesanato, Sala de Arqueologia Regional,  Sala de Zoologia e Sala de Paleontologia…

Aberto ao público de segunda à sexta das 7h30min às 12h30min e aos sábados, domingos e feriados das 10h às 16h. 

Entrada Gratuita 🙂

P.S: Infelizmente o museu já estava fechado para visitação quando cheguei ao local. 

Monumento a La Mujer: Inaugurado em 2005, na semana do dia internacional da mulher, o monumento apresenta três imagens que representam as fases do ciclo de vida feminino: a primeira é uma mulher madura, segura e mãe; a segunda é uma mulher bela e na plenitude de sua idade; e a terceira é uma mulher jovem e ousada. A ideia do artista era retratar a identidade das mulheres modernas do século XXI…

Parque San Carlos: Localizado a 15 minutos a pé do centro da cidade, o Parque San Carlos é considerado o mais importante “pulmão verde” da região. Ocupa uma área de aproximadamente 98 hectares repleta de pântanos e elevações montanhosas que permitem uma vista espetacular do Rio Uruguay e da cidade de Salto. Em seu interior é possível realizar inúmeras atividades como, por exemplo: caminhar em volta de um lago artificial; visitar o Jardim Botânico Ca’ A Pora, o primeiro da região de Entre Rios; conhecer o Monumento Al Éxodo Oriental, construído em 1958 pelos moradores locais em homenagem a migração das 16 mil pessoas que seguiram o General Artigas até a região; tirar fotos junto a Estatua El Principito y Su Asteroide, construída pela artista paranaense Amanda Mayor em homenagem ao aviador e escritor francês Antonie de Saint-Exupéry que se hospedou na cidade após sofrer um acidente com o seu avião; e encantar-se com as ruinas de um antigo castelo.

Aberto ao público todos os dias das 10h às 17h.

Valor da entrada em junho de 2016: ARS 50,00.

Ruínas del Castillo San Carlos: Construído em 1888, ao estilo Luís XV, com materiais importados de diversas partes da Europa, para ser residência do francês Edouard de Machy e sua esposa. Misteriosamente três anos após a sua construção o jovem casal abandonou o castelo em uma noite de outono levando apenas as roupas do corpo. Em 1929, o local foi alugado para a nobre família francesa Fuchs Balón. Neste mesmo ano, o aviador Antonie de Saint-Exupéry sofreu um pequeno acidente com seu avião e foi acolhido pela família até se recuperar. Em 1935, a propriedade foi abandonada e saqueada. Três anos depois, o local sofreu um grave incêndio que o deixou em ruínas. Atendendo aos pedidos dos moradores locais, o antigo castelo foi parcialmente restaurado e aberto a visitações devido ao seu potencial turístico e relevância histórica …

Aberto ao público todos os dias das 10h às 17h.

Valor da entrada em junho de 2016: ARS 15,00. 

OBS: O local oferece visita guiada gratuita a cada 1 hora com inicio às 10h15min. 

OBS: Crianças menores de 10 anos não pagam. 

Monumento al Tango: Inaugurado em 11 de dezembro de 2005, em homenagem ao dia nacional do Tango, a obra demonstra o charme e a significância da dança através de um casal que baila em cima do globo terrestre. Em 2009, o monumento foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, tornando-se uma parada obrigatória a todos que visitam a região…

Gastronomia:

Tallarines Boloñesa:

Ficou curioso (a) para saber mais sobre o que aconteceu nesta incível aventura? Não perca tempo e adquira já um exemplar do Livro “Desbravando as Américas” com dicas  espetaculares e relatos pessoais do meu desbravamento rumo ao Alasca.

One thought on “Concordia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *